Por Daniel Benedetti


Got to Be There é o primeiro álbum solo de estúdio do cantor norte-americano Michael Jackson, lançado pela Motown Records em 24 de janeiro de 1972.

Em janeiro de 1970, Michael ainda era membro do The Jackson 5, e "I Want You Back" se tornou a primeira música do grupo a alcançar o número um da Billboard Hot 100 dos EUA; ficando lá por quatro semanas.

Mais três singles com a Motown - "ABC", "The Love You Save" e "I'll Be There" - também lideraram a parada.

Em maio de 1971, a família Jackson se mudou para uma casa grande, em uma propriedade de dois acres em Encino, na Califórnia. Durante esse período, Michael se tornou um ídolo adolescente.

Quando surgiu como artista solo no início dos anos 1970, ele manteve laços com o Jackson 5. Entre 1972 e 1975, Michael lançou quatro álbuns de estúdio solo pela Motown Records: Got to Be There (1972), Ben (1972), Music & Me (1973) e Forever, Michael (1975).

Michael Jackson em 1971

"Got to Be There" e "Ben", as faixas-título de seus dois primeiros álbuns solo, venderam bem como singles, assim como um cover de "Rockin' Robin", de Bobby Day.

A faixa-título e "Rockin' Robin" foram lançadas como singles e tiveram sucesso comercial. Esses dois sucessos alcançaram o Hot 100, nos 5º e 6º lugares, respectivamente, em 8 de abril de 1972. "I Wanna Be Where You Are", de Jackson, alcançou o 27º lugar na parada americana em 24 de junho de 1972.

O álbum incluiu remakes de "Ain't No Sunshine", de Bill Withers, "You've Got a Friend", de Carole King, e "Love Is Here and Now You're Gone", do The Supremes.

No Reino Unido, a versão de Jackson para "Ain't No Sunshine" foi o terceiro single do álbum; alcançou o número 8 nas paradas daquele país.

O álbum foi arranjado pela The Corporation, Eddy Manson, James Anthony Carmichael, Gene Page e Dave Blumberg. Berry Gordy foi o produtor-executivo e Jim Britt foi creditado pela fotografia.

O jovem Jackson

O trabalho foi gravado entre junho e novembro de 1971, com a produção por conta de Hal Davis, The Corporation e Willie Hutch.

O disco começa com uma balada soul bem introspectiva chamada “Ain't No Sunshine” e ótimos vocais de Michael. O ritmo fica mais animado com “I Wanna Be Where You Are”, em uma faixa que lembra bastante o Jackson 5, sendo um clássico bem conhecido. Na sequência, “Girl Don't Take Your Love from Me”, outra canção bem R&B, mais lenta e suave.

In Our Small Way” é mais uma baladinha, mas, desta feita, menos impactante e menos memorável. A bonita “Got to Be There” tem uma atuação mais intensa nos vocais de Michael. A versão para “Rockin' Robin” é repleta de um balanço bastante dançante, com grandes doses de diversão. “Wings of My Love” é mais uma boa balada.

Maria (You Were the Only One)” tem aquele sutil toque de R&B e, apesar de mais contida, é uma bela música, com várias mudanças de dinâmica. A versão para “Love Is Here and Now You're Gone” possui uma pegada sessentista muito bem-vinda, dando um toque diferente ao álbum. Finaliza o disco outra versão, desta feita para “You've Got a Friend”, de Carole King, perfazendo uma faixa com alta pegada Pop.

Got to Be There atingiu a 14ª posição na parada de álbuns da Billboard quando foi lançado. Em 2 de agosto de 2013, o disco foi certificado como Ouro, pela Associação da Indústria de Gravação da América (RIAA), por suas vendas superarem a marca de 500 mil cópias.

Contracapa do disco

Até o momento, o álbum vendeu 900 mil cópias nos EUA e aproximadamente 3,2 milhões em todo o mundo. O álbum foi remasterizado e reeditado em 2009, como parte da compilação em 3 discos Hello World: The Motown Solo Collection.

Enquanto Rob Theakston, do site AllMusic, dá ao trabalho uma nota 2,5 (em 5), a revista Rolling Stone o descreveu como “astuto e tão bom quanto o produto regular do Jackson 5... uma voz comovente... inocência e profissionalismo absoluto... fascinante e finalmente irresistível”.

Got to Be There foi gravado enquanto Michael Jackson tinha 13 anos de idade e isto é refletido no resultado final do trabalho, ou seja, são os vocais de um adolescente, mas, que naquela altura, já cantava de modo cativante e encantador. O álbum possui os pés no R&B, contando com canções bem envolventes. Não é uma das principais obras de Michael, entretanto, mesmo assim, é um trabalho bem recomendado.

Já em agosto de 1972, Ben, segundo disco solo de Michael, seria lançado.

FAIXAS:
01. Ain't No Sunshine (Withers) - 4:09
02. I Wanna Be Where You Are (Ross/Ware) - 3:00
03. Girl Don't Take Your Love from Me (Hutch) - 3:46
04. In Our Small Way (Verdi/Yarian) - 3:34
05. Got to Be There (Willensky) - 3:23
06. Rockin' Robin (Thomas) - 2:30
07. Wings of My Love (The Corporation) - 3:32
08. Maria (You Were the Only One) (Brown/Glover/Gordy/Story) - 3:41
09. Love Is Here and Now You're Gone (Holland) - 2:51
10. You've Got a Friend (King) - 4:45



0 Comentários