Por Daniel Benedetti


"Boom Boom" é uma música escrita pelo cantor/guitarrista norte-americano de blues John Lee Hooker e que foi gravada originalmente em 1961.

Embora tenha se tornado um clássico do blues, o crítico musical Charles Shaar Murray a chamou de "a melhor música pop que ele já escreveu". "Boom Boom" foi um sucesso nas paradas americanas de R&B e pop, em 1962, e um dos vinte maiores sucessos do Reino Unido, em 1992.

A música é uma das mais identificáveis e duradouras de Hooker e estava "entre as músicas que todas as bandas do circuito de R&B [do início da década de 1960 no Reino Unido] simplesmente tinham que tocar".

Ela foi regravada por vários artistas, de blues ou não, incluindo um hit norte-americano, em 1965, gravado pelos The Animals.

Antes de gravar para a Vee-Jay Records, John Lee Hooker era principalmente um artista solo, ou então, acompanhado por um segundo guitarrista, como seus primeiros colaboradores Eddie Burns ou Eddie Kirkland.

No entanto, na Vee-Jay, ele geralmente gravava com uma pequena banda de apoio, como a ouvida nos singles "Dimples", "I Love You Honey" e "No Shoes". O pianista de Detroit Joe Hunter, que já havia trabalhado com Hooker, foi novamente recrutado para a sessão de gravação.

Hunter trouxe consigo "o creme dos homens de estúdio da gravadora Motown, mais tarde conhecidos como Funk Brothers": o baixista James Jamerson, o baterista Benny Benjamin, além do guitarrista Larry Veeder, saxofonista tenor Hank Cosby e saxofonista barítono Andrew "Mike" Terry.

John Lee Hooker

Todos eles foram descritos como "a banda certa" para "Boom Boom".

A "Boom Boom" original é uma música de blues uptempo (168 batidas por minuto). Foi descrita, pelo supracitado Murray, como "a estrutura musical mais rígida de qualquer composição de Hooker: seus versos aderem de maneira sedutora ao formato de doze barras sobre o qual Hooker geralmente monta tão ferozmente".

A música usa "um gancho para parar o tempo que se abre para um dos riffs de guitarra mais memoráveis do gênero" e incorpora uma seção instrumental do estilo de Hooker.

De acordo com Hooker, ele escreveu a música durante um compromisso prolongado no Apex Bar, em Detroit.

Também estão incluídas várias frases sem palavras, como "hmm-hmm-hmm-hmm". "Boom Boom" se tornou a música de Hooker que é considearada a mais memorável, a mais atraente e a que se mostrou mais adaptável às necessidades de outros artistas.

Posteriormente, o ZZ Top usou linhas semelhantes para sua popular "La Grange".

Quando "Boom Boom" foi lançada como single, em maio de 1962, a música se tornou um sucesso. Ela entrou na parada R&B Sides da Billboard (EUA) em 16 de junho de 1962, onde passou oito semanas e chegou ao 16º lugar.

Hooker, em 1960

A música também entrou na principal parada de singles norte-americana, a Billboard Hot 100, onde alcançou a 60ª posição, tornando-o um dos únicos dois singles de Hooker a entrar na parada pop.

Ela foi incluída no álbum de 1962, lançado pela Vee-Jay Records, Burnin', bem como em muitas coletâneas de Hooker. Dois anos depois, em 1964, a música fez uma breve aparição na parada Ultratip, de Valônia, na Bélgica, que na época não classificava suas posições.

Trinta anos após o seu lançamento no Reino Unido, e depois de aparecer em um comercial da Lee Jeans em 1992, a música alcançou a 16ª colocação na principal parada de singles britânica.

Este lançamento também foi mapeado na França e na Nova Zelândia. Ele estreou e alcançou o 24º lugar na parada de singles da Nova Zelândia, em novembro de 1992, e posteriormente deixou o top 50, duas semanas depois.

Na França, estreou e atingiu a 45ª posição em fevereiro de 1993, depois caiu na tabela na semana seguinte. Vinte anos depois, em 2013, reapareceu no 87º lugar, mas novamente saiu da mesma, na semana seguinte.

Hooker gravou várias versões posteriores. Após o sucesso da versão do The Animals, Hooker regravou a música em 1968 para a Stateside Records, como o lado B de "Cry Before I Go", sob um título mais longo "Boom Boom Boom".

Ele reformulou a música como "Bang Bang Bang Bang" para seu álbum Live at Soledad Prison, como músico de rua da South Side Chicago no filme The Blues Brothers (mas a música em si não está incluída na trilha sonora do filme) e como faixa-título para seu álbum de 1992, Boom Boom, com Jimmie Vaughan.

Hooker em ação

A banda inglesa The Animals gravou "Boom Boom" para seu álbum de estreia no Reino Unido, em 1964, The Animals. Sua versão blues-rock geralmente segue a original de John Lee Hooker, embora eles adicionem "shake it baby" como uma resposta ao refrão "come on and shake" na seção do meio, retirado de "Shake It Baby”, de Hooker, (gravada durante a turnê de American Folk Blues Festival, de 1962, na Europa, onde se tornou um sucesso em 1963).

Em 1995, "Boom Boom" foi incluída na lista do Hall da Fama do Rock and Roll, "As músicas que moldaram o rock and roll". Foi introduzida no Hall da Fama do Blues Foundation, em 2009, na categoria "Classics of Blues Recording".

Uma pesquisa do Detroit Free Press, em 2016, classificou a música no 37º lugar, das "100 Greatest Songs of Detroit".

Confira a letra de “Boom Boom”:

Boom boom boom boom
I'm gonna shoot you right down
Right off of your feet
Take you home with me
Put you in my house
Boom boom boom boom
Hmmm
Hmmm hmmm hmmm hmmm

I love to see you wall
Up and down the floor
When you talking to me
That baby talk
I like it like that
You talk like that?
You nothing me do
Right off of my feet
How how how how
Uoahhh!!

When she walk that walk
And talk that talk
And whisper in my ear
Tell me you love
I love that talk
That baby talk
You nothing me do
Right off of my feet
How how how how
Yeah!

Formação:
John Lee Hooker - Guitarra, Vocal
Hank Cosby - Saxofone tenor
Andrew "Mike" Terry - Saxofone barítono
Joe Hunter - Piano
Larry Veeder - Guitarra
James Jamerson - Baixo
Benny Benjamin - Bateria



0 Comentários